Aqua Prime Oysters

Ostras

A paixão pelo mar e, em particular, pela Ria Formosa, em terras algarvias, levou Paulo Grey a trocar a banca pelo investimento na criação de uma empresa de produção de ostras da espécie gigas em conjunto com um sócio. Hoje, é o proprietário.

Piscicultura dos Sapais
Ria Formosa, Canal do Ramalhete
EC Apartado 024
8000-301 Faro
Como chegar
+351 914 969 414 / +351 962 830 777
info@aquaprimeoysters.com
www.aquaprimeoysters.com


Texto de Patrícia Serrado
Fotografias de Fabrice Demoulin

A paixão pelo mar e, em particular, pela Ria Formosa, em terras algarvias, levou Paulo Grey a trocar a banca pelo investimento na criação de uma empresa de produção de ostras da espécie gigas em conjunto com um sócio. Hoje, é o proprietário.

Localizada junto à praia de Faro, a Aqua Prime Oysters, empresa criada em 2013 passou, dois anos depois, para as mãos de Paulo Grey. Desde então, tem vindo a reforçar a aposta na modernização no que à produção de ostras especiais diz respeito cingindo, desta feita, esta actividade ao sistema de cestos rotativos denominado de sistema australiano. Com este processo, “os cestos têm um movimento natural, ou seja, é feito sob influência do vento e das marés”, explica. O objectivo é “melhorar a qualidade do produto”.
França é o destino destas ostras no plano da exportação da Aqua Prime Oysters, “mas também vendemos para empresas que vendem para os grandes chefs”, acrescenta Paulo Grey. A produção anual oscila entre as 15 e as 20 toneladas e a sua equipa é constituída por três pessoas, uma das quais é um biólogo.
Além da Aqua Prime Oysters, já em 2011, Paulo Grey adquiriu a propriedade pertencente à centenária Sociedade Piscicultora Farense, situada na Ria Formosa – enseada que se estende entre Loulé e Vila Real de Santo António –, junto ao Canal do Ramalhete. Aqui, a produção é limitada à produção de dourada.